Terminais portuários fluminenses serão interligados por...

Discussões sobre Projetos e Obras em andamento, e também propostas de novos projetos.

Moderador: ArqPaulo

Avatar do usuário

Autor do tópico
Renanfsouza
COORDENADOR
Mensagens: 2507
Registrado em: 05 Jun 2008, 10:54
Localização: Rio de Janeiro/RJ

Terminais portuários fluminenses serão interligados por...

Mensagem não lida por Renanfsouza » 04 Jan 2012, 11:57

Terminais portuários fluminenses serão interligados por ferrovia

03/01/2012 - 15:07h

Nova estrada de ferro poderá retirar até 700 caminhões diariamente das estradas

O governo estadual pretende revitalizar uma antiga estrada de ferro para conectar os principais portos de cargas do estado, como o Comperj e o SuperPorto do Açu, em contrução no Norte Fluminense. A Ferrovia EF-354, como será chamada, terá 350 quilômetros de extensão e permitirá trens de bitola larga e estreita.

O anúncio da construção vem de encontro à boa fase que o setor portuário brasileiro está passando. Segundo estimativas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), os portos brasileiros devem movimentar um bilhão de toneladas de cargas, 12,3% a mais do que o volume verificado em 2011. E neste cenário, o Rio de Janeiro está sendo apontado como líder no ranking de cargas marítimas, especialmente graças aos portos do Sudeste, em Itaguaí, e Açu, no Norte Fluminense, além de outros projetos de empresas de mineração e petróleo para o Estado.

Segundo o secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, a nova linha facilitará o transporte de cargas e evitará uma sobrecarga das estradas fluminenses.

- Sem a estrada de ferro, teríamos uma média de 300 caminhões nas estradas a mais por dia, podendo chegar a até 700 caminhões diários em determinadas épocas. E nossos estudos mostram que, por exemplo, a cada 100 vagões, poderemos retirar mais de 200 caminhões nas rodovias – explica o secretário.

O novo projeto terá um investimento de R$ 1,650 bilhão e será a primeira do estilo no estado em décadas. O modelo está sendo estudado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres e a ação já ganhou o apoio de diversas empresas que atuam no setor de cargas marítimas, como a Petrobrás.

---

Fonte: SETRANS/RJ
Central-Caxias: 1:30 de trânsito pela Linha Vermelha. Ou 29 minutos pela Supervia.

Voltar para “OBRAS, PROJETOS, PLANEJAMENTO & INFRA-ESTRUTURA”