Linha 7 - Rubi

Moderador: Lipe Andreense

Avatar do usuário

Autor do tópico
Lopes
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 1540
Registrado em: 20 Jun 2008, 17:10

Linha 7 - Rubi

Mensagem não lida por Lopes » 01 Jul 2008, 16:41

Acho que faltava tópicos destinados a linha inteira, se referindo a ela em geral.
O que há no fórum é tópicos das estações, acho que deixando algumas dúvidas ou assuntos que há sobre a linha toda.
"Se for detectado pelos moderadores ou demais usuários a sobreposição de tópicos com esse, fica a disposição para ser excluido."
-------------------------------------------------------------------------------------

Eu já venho com uma dúvida que me intriga...
Porque nas extensões operacionais são utilizados trens mais velhos e os "cuidados" não são o mesmo das demais linhas?
(pode ser uma pergunta "besta" mas é a minha dúvida!)
Obrigado por responderem!
Rodrigo Lopes


Francis
MODERADOR GLOBAL
Mensagens: 1160
Registrado em: 15 Jun 2008, 17:32
Localização: São Caetano do Sul, São Paulo.

Re: Linha 7/A

Mensagem não lida por Francis » 01 Jul 2008, 18:30

Lopes escreveu:
Eu já venho com uma dúvida que me intriga...
Porque nas extensões operacionais são utilizados trens mais velhos e os "cuidados" não são o mesmo das demais linhas?
(pode ser uma pergunta "besta" mas é a minha dúvida!)
Obrigado por responderem!


Acho que, na verdade, as extensões operacionais existentes (excluido-se o trecho Guaianazes-Estudantes) são trechos que já não interessam mais comercialmente, são indesejáveis ou obsoletos, operados pela herança que a CPTM teve de assumir. Exemplo: CPTM: Cia. Paulista de Trens METROPOLITANOS. Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista e Jundiaí não pertencem à região metropolitana, portanto, fogem totalmente ao serviço prestado pela empresa.

Avatar do usuário

Tiago Costa
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 2020
Registrado em: 05 Jun 2008, 16:55
Localização: São Paulo
Contact:

Mensagem não lida por Tiago Costa » 01 Jul 2008, 20:34

É verdade, Francis, embora a CPTM parece ter planos para os trechos de menor demanda, exceto para a extensão operacional da Linha 8/B. Nas linhas 7/A e 11/E existem projetos de modernização, mas parece que a extensão operacional da Linha 7/A continuará operando como hoje, com uma oferta menor que no trecho principal (embora ofertando mais lugares que hoje). Já a Linha 11/E tem planos para ser modernizada até Suzano/Jundiapeba numa primeira fase, mas os planos mostram que existe uma segunda fase, onde seriam modernizadas as estações Brás Cubas, Mogi das Cruzes e Estudantes. Só que aí não entendi se essas três estações continuariam em um trecho seccionado do trecho principal, tendo oferta menor, ou se seriam incorporadas ao trecho principal, eliminando o trecho seccionado.

Avatar do usuário

Lipe Andreense
MODERADOR CPTM
Mensagens: 1957
Registrado em: 05 Jun 2008, 13:25
Localização: Santo André - SP

Mensagem não lida por Lipe Andreense » 01 Jul 2008, 23:35

Eu já acredito que a divisão da linha A tem o intuito de conservar melhor a frota. Explicando: Antes certos trens iam direto de Paranapiacaba até Jundiaí, além de trens que iam só de Rio Grande até Morato e outros de Mauá até Pirituba. Entre Morato e Jundiaí são 20km com apenas 5 estações, e os trens faziam todos os mais de 100km, de Paranapiacaba até Jundiaí, o que, acredito, gerava um grande desgaste.

O Sérgio sabe melhor, mas acredito que com o seccionamento os intervalos entre Jundiaí e Morato hoje são bem menores do que quando o trem seguia de Paranapiacaba até Jundiaí, além de conservar a frota e não ser necessário um grande numero de trens (acho que apenas 3 prestam serviço em dias úteis)
Editado pela última vez por Lipe Andreense em 02 Jul 2008, 00:29, em um total de 1 vez.
Imagem

Avatar do usuário

Autor do tópico
Lopes
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 1540
Registrado em: 20 Jun 2008, 17:10

Mensagem não lida por Lopes » 10 Jul 2008, 20:06

Alguém pode me dizer porque os trens não correm mais como antes (Questão de 2 ou 3 anos atrás) na extensão?
Os da série 1700.
----
Outra pergunta:
Porque ele buzina bastante antes de entrar no túnel de Botujuru, seria para espantar mendigos ou morcegos?
-------
Última pergunta.
Porque perto das estações terminais: Luz, Francisco Morato e Jundiaí o trem vai tão devagar, chegando as vezes a parar.
Na Estação Fco.Morato ainda tem explicação pq sempre tem um trem a passar antes do nosso encostar, mas e nos outros terminais?
Jundiaí - Fco.Morato (2 sentidos) e Luz?
Rodrigo Lopes

Avatar do usuário

Lipe Andreense
MODERADOR CPTM
Mensagens: 1957
Registrado em: 05 Jun 2008, 13:25
Localização: Santo André - SP

Mensagem não lida por Lipe Andreense » 10 Jul 2008, 21:17

Lopes escreveu:Porque perto das estações terminais: Luz, Francisco Morato e Jundiaí o trem vai tão devagar, chegando as vezes a parar.
Na Estação Fco.Morato ainda tem explicação pq sempre tem um trem a passar antes do nosso encostar, mas e nos outros terminais?
Jundiaí - Fco.Morato (2 sentidos) e Luz?
Porque perto de estações terminais normalmente existem areas de manoba. A região da Luz é muito complicada mesmo, já em Jundiaí, tem o patio de cargas, não sei se isso interfere, acredito que sim.
Imagem


Sergio Silva
Conta Suspensa
Mensagens: 437
Registrado em: 15 Fev 2017, 23:16

Mensagem não lida por Sergio Silva » 11 Jul 2008, 03:05

Um mapa que tinha feito tempos atrás.

Está pequeno, mas está aí:
ImagemImagem

Depois posto um texto que perdi sobre a linha 7/A. :wink:
Só falta inspiração. :mrgreen:

Avatar do usuário

Autor do tópico
Lopes
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 1540
Registrado em: 20 Jun 2008, 17:10

Mensagem não lida por Lopes » 11 Jul 2008, 16:33

Sérgio Silva:
Para ficar igual aos dos trens, só falta abaixo do número das linhas de integrações, os símbolos da EMTU e do Metrô e na outra extremidade do mapa o sinal de Não Fume! :mrgreen: !!!!
Rodrigo Lopes

Avatar do usuário

Autor do tópico
Lopes
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 1540
Registrado em: 20 Jun 2008, 17:10

Mensagem não lida por Lopes » 11 Jul 2008, 16:37

Aliás, qual programa utilizamos para construir esse mapas?
Por exemplo, aqueles do Wikipédia e esses mesmos que você fez?
No PAINT não fica legal...
Rodrigo Lopes

Avatar do usuário

Lipe Andreense
MODERADOR CPTM
Mensagens: 1957
Registrado em: 05 Jun 2008, 13:25
Localização: Santo André - SP

Mensagem não lida por Lipe Andreense » 11 Jul 2008, 18:26

Lopes escreveu:Aliás, qual programa utilizamos para construir esse mapas?
Utilizamos ?? esse "nós" incui quem ?? :roll:
Por exemplo, aqueles do Wikipédia e esses mesmos que você fez?
No PAINT não fica legal...


Eu faço no Paint e escrevo os nomes no Photoshop (todos do metro, da CPTM, do Metro DF, da Supervia, da Central e do Metro Rio que estão aqui no fórum

o Sergio usa o Inkscape. O Anderson fez os da CPTM (que estão na Wikipedia) com o FreeHand.
Imagem

Avatar do usuário

Autor do tópico
Lopes
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 1540
Registrado em: 20 Jun 2008, 17:10

Mensagem não lida por Lopes » 11 Jul 2008, 18:54

Onde encontro esses programas? tem que baixar ou se usa online tipo photobucket?
-------------------------------------------------------------------------------------
Sobre as obras na estação Francisco Morato, tem obras antes da estação, "comendo" a parte não utilizada da plataforma 1 (Onde o trem que vai pra Luz para na maioria das vezes, fui investigar no site da CPTM e pelo que vi no projeto da nova estação Francisco Morato, pode ser que lá seja o Terminal Leste, para integração com os onibus, e outra obra que há, que ainda não deduzi, é uma que fica depois do pátio de estacionamento, uma obra bem grande por sinal...
Rodrigo Lopes

Avatar do usuário

Lipe Andreense
MODERADOR CPTM
Mensagens: 1957
Registrado em: 05 Jun 2008, 13:25
Localização: Santo André - SP

Mensagem não lida por Lipe Andreense » 11 Jul 2008, 19:09

Lopes escreveu:Onde encontro esses programas? tem que baixar ou se usa online tipo photobucket?
Photobucket não é um programa... ¬¬
é um site de hospedagem de imagens

O Inkscape é livre, os outros são pagos
Imagem


Sergio Silva
Conta Suspensa
Mensagens: 437
Registrado em: 15 Fev 2017, 23:16

Mensagem não lida por Sergio Silva » 12 Jul 2008, 03:37

Lopes escreveu:Sérgio Silva:
Para ficar igual aos dos trens, só falta abaixo do número das linhas de integrações, os símbolos da EMTU e do Metrô e na outra extremidade do mapa o sinal de Não Fume! :mrgreen: !!!!


Mas eu não fiz para ficar igual!!! õ.Ô


Will .
USUÁRIO JR
Mensagens: 356
Registrado em: 09 Jun 2008, 14:27
Localização: Mogi das Cruzes - SP

Mensagem não lida por Will . » 05 Ago 2008, 23:10

MDU - Linha 7 (Retirado da Wiki)


LUZ 144.419
Barra Funda 136.235
ABR 7.287
LPA 26.979
PQR 3.498
PRT 10.484
VCL 2.707
JRG 13.661
PRU 16.458
CAI 9.452
FDR 20.783
BFI 8.277

FMO 34.101

BTJ 1.332
CLP 2.653
VPL 1.350
JUN 5.112
Editado pela última vez por Will . em 06 Ago 2008, 22:33, em um total de 1 vez.


Sergio Silva
Conta Suspensa
Mensagens: 437
Registrado em: 15 Fev 2017, 23:16

Mensagem não lida por Sergio Silva » 06 Ago 2008, 03:16

will . escreveu:PER 16.458


Perus é PRU :wink:

Avatar do usuário

Vidal
USUÁRIO JR
Mensagens: 134
Registrado em: 30 Jul 2008, 23:37
Localização: Santo André, SP

Mensagem não lida por Vidal » 22 Ago 2008, 18:44

Em uma tarde atípica, marcada pelo sumiço de meu professor do ensino técnico, resolvi desbravar outras regiões da extensão ferroviária metropolitana. Optei pela Linha 7 - Rubí, partindo da Luz em um TUE Série 1100, nada menos que o 17º trem "reformado".

A marca frontal reformada, característica da série, havia recebido nova pintura, mas sem o padrão metropolitano das outras séries. As laterais tiveram suas faixas vermelhas e azuis "refixadas".

O interior do trem era bastante agradável, com disposição de bancos mista e coloração cinza-e-azul. Ficaram marcados, em especial, o barulho dos ventiladores e o característico cheiro de lona queimada, que eu aprecio, diga-se de passagem. :lol:

O sentido Centro - Periferia, no período da tarde, é mais lotado que o contrário. As estações de maior expoente foram Luz, Palmeiras - Barra Funda, Lapa, Perus, Franco da Rocha e Francisco Morato.

Em geral, as estações encontram-se em bom estado, sendo Pirituba, Água Branca e Lapa bastante familiares (lembram as estações Moóca, Tamanduateí, Utinga, Capuava e Pref. Saladino). As estações Perús, Franco da Rocha e Jaraguá chamam atenção pela construção original da SPR. Aliás, Franco da Rocha já conta com um totém novo da cor rubi (infelizmente, não tenho câmera, senão teria fotografado).

Depois da Estação Lapa, a paisagem começa à ficar ficar um pouco mais feia, até ficar completamente rural em Caieiras e seguir dessa forma, com alguns acúmulos de população, até Francisco Morato. Infelizmente, alguns campos estão bastante sujos em virtude da proximidade do trem., onde alguns "animais" jogam seu lixo... Lamentável. Infelizmente, por limitações de tempo, não pude embarcar na extensão operacional de Jundiaí, mas espero fazê-lo um dia desses.

Em geral, a linha é boa. De certo, uma forma divertida e eficiente de chegar à noroeste de São Paulo.


Sergio Silva
Conta Suspensa
Mensagens: 437
Registrado em: 15 Fev 2017, 23:16

Mensagem não lida por Sergio Silva » 09 Out 2008, 01:25

Cobertura da estação Piqueri quase completa, agora com iluminação com lâmpadas fluorescentes nas duas plataformas em toda a extensão. Já estão retirando os postes que foram desativados para terminarem de cobrir.

Em Lapa e Água Branca, a instalação da iluminação também ja começou. Em Pirituba, não tenho certeza, mas tenho a impressão de ter visto funcionário mexendo nas plataformas 2 e 3. Nas outras estações não tenho informações atualizadas.


Sobre os toténs: trocaram o tótem da estação Pirituba (agora é Estação Pirituba / Linha 7-Rubi), e começaram a troca em Vila Clarice. Porém, não há nem sombra de obras de cobertura dessa estação.


Sergio Silva
Conta Suspensa
Mensagens: 437
Registrado em: 15 Fev 2017, 23:16

Mensagem não lida por Sergio Silva » 09 Out 2008, 02:48

Linha 7 - Rubi
Nomes anteriores:
Linha A - Marrom
Linha Noroeste

Histórico de admnistrações:
1867-1946 - SPR (São Paulo Railay Company)
1946-1957 - EFSJ (Estrada de Ferro Santos-Jundiaí)
1957-1994 - RFFSA (Rede Ferroviária Federal SA)
_____1957-1969 - RFFSA - EFSJ
_____1969-1975 - RFFSA - 9ª divisão: Santos-Jundiaí
_____1975-1984 - RFFSA - SR4: São Paulo (Super-intendência Regional 4)
_____1984-1994 - RFFSA - CBTU/STU-SP (Companhia Brasileira de Trens Urbanos/Super-intendência de trens urbanos São Paulo)
1994-hoje - Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM)


Extensão: 60,492 km; 38,969 (LUZ - FMO); 21,523 (FMO - JUN)
Estações: 17 (13 + 4)
Passageiros/dia: 340 mil
Intervalo: de 7 a 20 minutos (LUZ - FMO); de 22 a 30 minutos (FMO - JUN)
Tempo de viagem: 53 minutos (LUZ - FMO); 25 minutos (FMO - JUN)
Integrações: Barra Funda (linhas 3 e 8) e Luz (linhas 1, 10 e 11)
Cidades atendidas/cortadas: São Paulo (distritos de Bom Retiro, República, Sé, Santa Cecília, Barra Funda, Lapa, Pirituba, Jaraguá e Perus), Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista, Jundiaí

Passagens de nível: 4 (Água Branca, Jaraguá, Caieiras e Franco da Rocha), todas sinalizadas. Com a construção de viaduto, a passagem de nível de Jaraguá será eliminada.
Túneis: 1 (Botujuru, com cerca 800 metros de extensão)
Pontes: 1 (Rio Tietê, entre Piqueri e Lapa)
Bitola: 1600 mm
Alimentação elétrica: Rede Aérea, 3000 Vcc (Volts em Corrente Contínua)
_____Subestações elétricas: 5 (Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Caieiras, Tietê, Pari)
_____Cabines de Seccionamento e Paralelismo: 5 (Botujuru, Franco da Rocha, Camarões, Vila Clarice, Nothmann)
Média de plataformas/estação: 2,5
Pátios: 2 (Lapa e Luz)
Maior rampa: entre 2% e 3%, no trecho Pirituba - Vila Clarice - Jaraguá
Velocidades Máximas:
_____90 km/h para os trens metropolitanos
_____60 km/h para cargueiros
_____45 km/h nos trechos de passagem de nível
_____40 km/h nos travessões
_____30 km/h na área do pátio/estação Luz
_____20 km/h nos travessões perto do pátio/estação Luz
Códigos de velocidade do ATC:
_____VMA (90 km/h)
_____VL (50 km/h)
_____VR (25 km/h)
Freqüencia de operação do ATC: 60 Hertz
Mão de direção: inglesa
Quantidade de vias: 4 entre Luz e Barra Funda, 3 entre Barra Funda e Pirituba, 2 (5) entre Pirituba e Jundiaí.

Maior distância entre estações: 6,41 km, entre Jaraguá e Perus
Menor distância entre estações: 1,68 km, entre Lapa e Água Branca
Distância média: 3,78 km (toda a linha); 3,25 km (LUZ - FMO); 5,38 km (FMO - JUN)
Estação de maior altitude: Jaraguá (814 metros acima do nível do mar)
Estação de menor altitude: Jundiaí (707 metros acima do nível do mar)
Ponto mais alto da linha: Túnel de Botujutu (aprox. 840 metros acima do nível do mar)

Estação de maior demanda (1): Francisco Morato, 34 mil embarques/dia
Estação de menor demanda (2): Botujuru, 1,3 mil embarques/dia
Estação de menor demanda (3): Vila Clarice, 2,7 mil embarques/dia
Estações mais antigas: Luz, Água Branca, Perus, Francisco Morato e Jundiaí, abertas em 16/02/1867
Estação mais nova: Piqueri, aberta em junho de 1960
Prédio mais antigo: Perus, datado de 1867
Prédio mais novo: Barra Funda, aberto em 17/12/1988

Trecho de maior carregamento: Piqueri - Lapa
Trens usados: Séries 1100 e 1700 (LUZ - FMO); Séries 1100, 1400, 1600 e 1700 (FMO - JUN)
Formação dos trens:
_____8 carros - Série 1700 nos trecho Luz - Francisco Morato e Luz - Jundiaí (4)
_____6 carros - Série 1100, em toda a linha
_____4 carros - Série 1700, no trecho Francisco Morato - Jundiaí
_____3 carros - Séries 1400 e 1600, no trecho Francisco Morato - Jundiaí
Quantidade de trens usados no trecho Luz - Francisco Morato:
_____Pico da manhã (intervalo de 8 minutos): 17 trens (14 "normais" + 3 estratégicos)
_____Pico da tarde (intervalo de 7 minutos): 15 trens
_____Horário Vale (intervalo de 12 minutos): 10 trens
_____Horário Vale (intervalo de 15 minutos): 8 trens
_____Horário Vale (intervalo de 20 minutos): 6 trens
Quantidade de trens usados no trecho Francisco Morato - Jundiaí:
_____Intervalo de 22 minutos: 3 trens
_____Intervalo de 30 minutos: 2 trens

Frota atual de trens: 48 TUEs, permitinho a formação de até 23 trens de 6 e 8 carros
_____Série 1700: 25 TUEs de 4 carros, totalizando 100 carros
__________numeração dos carros motores de 1701 a 1750, e dos reboques de A701 a A750
_____Série 1100: 22 TUEs de 3 carros, totalizando 66 carros
__________numeração dos carros motores de 1101 a 1123, e dos reboques de 1201 a 1223, e de 1301 a 1323
__________o carro motor 1103 não faz parte da frota (acidente de Perus). Seus reboques (1203 e 1303) estão parados no pátio da Lapa
_____Série 1600: 1 TUE de 3 carros. Os outros trens dessa série estão rodando na linha 11.
__________numeração do TUE: 1611 - A611 - B611

Siglas das estações, no padrão metropolitano:
LUZ - Luz
Barra Funda - Barra Funda
ABR - Água Branca
LPA - Lapa
PQR - Piqueri
PRT - Pirituba
VCL - Vila Clarice
JRG - Jaraguá
PRU - Perus
CAI - Caieiras
FDR - Franco da Rocha
BFI - Baltazar Fidélis
FMO - Francisco Morato
BTJ - Botujuru
CLP - Campo Limpo Paulista
VPL - Várzea Paulista
JUN - Jundiaí
__________________________________________________

Obs.:
(1) todas as estações, com exceção de Luz e Barra Funda
(2) toda a linha
(3) somente trecho Luz - Francisco Morato
(4) os três primeiros trens que partem de Jundiaí seguem para Luz sem baldeação, e os três últimos que partem de Luz seguem para Jundiaí, também sem baldeação.
(5) alguns trechos possuem 3ª via, mas somente entre estações: PRU-JRG, CAI-FDR, CLP-VPL

Avatar do usuário

Haiser
MEMBRO SENIOR
Mensagens: 1348
Registrado em: 24 Jun 2008, 01:18
Localização: São Paulo SP
Contact:

Mensagem não lida por Haiser » 09 Out 2008, 04:39

1400 não dá sinal de vida na extensão há quanto tempo ???


Sergio Silva
Conta Suspensa
Mensagens: 437
Registrado em: 15 Fev 2017, 23:16

Mensagem não lida por Sergio Silva » 10 Out 2008, 00:41

Não sei quais costumavam ficar lá, mas pela quantidade de fotos no Railbuss, acho que o 1402 era fixo da extensão. Todos os 1400 da linha 7 foram deslocados para reforma, e voltarão para as linhas 11 e 12. Inclusive um já foi reformado (1401/02). O 1405/14 não sei informar se era da Leste ou da extensão.

Resumindo, sem enrolação agora: desde que começaram a reformar os trens das linhas 11 e 12.

Responder Exibir tópico anteriorExibir próximo tópico

Voltar para “CPTM - SP”